Pular para o conteúdo

Concurso

Cagepa lança concurso público com 80 vagas para níveis técnico e superior.

Foto: Reprodução/Internet.

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba lançou edital para contratação de 80 vagas de emprego, com oportunidades para cargos de nível técnico e superior. O documento foi publicado no Diário Oficial do Estado na última quinta-feira (6). A seleção está sendo organizada pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) e os salários vão de R$ 2.953,66 a R$ 12.002.

As inscrições começam no dia 13 de junho e seguem até 12 de julho, e podem ser feitas no site da banca organizadora, em https://www.cebraspe.org.br/concursos/cagepa_24.

A taxa de inscrição custa R$ 97,50 para funções de nível médio técnico e R$ 107,10 para as de nível superior. De acordo com a programação do edital, o resultado das provas objetivas está previsto para o dia 4 de outubro.

Os candidatos serão avaliados em até três etapas, sendo elas: prova objetiva; prova discursiva; e avaliação de títulos (nível superior). As provas objetiva e discursiva serão aplicadas no dia 1º de setembro, nos turnos da manhã para nível superior e da tarde para nível médio.

Confira abaixo a distribuição das vagas:

Nível técnico

  • técnico em Eletrônica: três vagas;
  • técnico em Eletrotécnica: cinco vagas;
  • técnico em Enfermagem do Trabalho: duas vagas;
  • técnico em Geoprocessamento: três vagas;
  • técnico em Informática: duas vagas;
  • técnico em Mecânica: três vagas;
  • técnico em Saneamento: dez vagas; e
  • técnico em Segurança do Trabalho: seis vagas.

Para ingressar nos cargos citados acima, será exigido o nível médio técnico na área desejada ou o nível médio acrescido de curso técnico na área. Alguns dos cargos ainda podem ainda solicitar o registro no órgão de classe. A remuneração inicial do aprovado será de R$2.953,66, para uma jornada de 44 horas.

Nível superior

  • administrador: duas vagas;
  • advogado: quatro vagas;
  • analista de sistemas – Sistemas de TI: duas vagas;
  • analista de sistemas – Suporte de TI: uma vaga;
  • arquiteto: uma vaga;
  • assistente social: três vagas;
  • atuário: uma vaga;
  • contador: três vagas;
  • economista: uma vaga;
  • engenheiro ambiental e sanitário: uma vaga;
  • engenheiro civil: 16 vagas;
  • engenheiro eletricista: duas vagas;
  • engenheiro mecânico: uma vaga;
  • engenheiro químico: duas vagas;
  • jornalista: uma vaga;
  • médico do trabalho: uma vaga;
  • psicólogo: uma vaga; e
  • tecnólogo em geoprocessamento: três vagas.

Já para os cargos listados acima, é necessário comprovar nível superior na área desejada. Alguns ainda podem exigir o registro no órgão de classe. A remuneração inicial variará entre R$4.275,20 e R$12.002. Já a carga horária poderá ser de 20 ou 44 horas, dependendo da função.

Isenção da taxa de inscrição – Haverá a isenção do valor para os candidatos que se enquadrarem em uma das seguintes condições:

  • doadoras de leite materno;
  • doador de sangue;
  • doador de medula óssea;
  • transplantados e doadores de órgãos que pertençam a família inscrita no CadÚnico; ou
  • doador de plasma sanguíneo por pessoas curadas da Covid 19.

O período de solicitação de isenção da taxa ficará aberto entre os dias 13 e 22 de junho.

Confira o edital completo clicando aqui (a partir da página 21).

Fonte: Cagepa.

Concurso Nacional Unificado será realizado em 18 de agosto.

O Concurso Público Nacional Unificado (CPNU) já tem nova data: 18 de agosto. A prova reunirá mais de 2,1 milhões de candidatos e oferecerá 6.640 vagas para 21 órgãos da administração pública federal. Entre eles, estão o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Em breve, o cronograma completo será divulgado.

Após o adiamento causado pelo desastre no Rio Grande do Sul, todos os 18.757 malotes de prova foram recolhidos em todo o Brasil para um local seguro. Os malotes foram checados, um a um, por membros da rede de segurança, e foi identificado que não houve qualquer violação.

Agora, o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) vai começar o diálogo institucional para garantir os locais de prova, priorizando a manutenção dos locais definidos anteriormente. No caso do Rio Grande do Sul, haverá um diálogo especial para garantir o acesso das pessoas inscritas no estado.

Locais de prova – Os candidatos terão de acessar novamente os cartões de prova, para confirmar se o local de prova foi mantido ou alterado. O cartão de confirmação de inscrição do CPNU com os detalhes sobre os locais de provas será divulgado no dia 7 de agosto. O documento estará disponível na Área do Candidato, mesma página da internet em que a pessoa fez a inscrição. Para acessar, é preciso fazer login com os dados da conta gov.br.

Por Assessoria de Comunicação Social do MEC, com informações do MGI.

Mais segurança no Concurso Público Nacional: como serão as camadas de proteção.

Foto: Arquivo/Agência Brasil.

O Concurso Público Nacional Unificado (CNPU) será realizado no próximo dia 5 de maio em 228 cidades e, para garantir a lisura do processo e proteger os 2,1 milhões de candidatos, foram adotadas medidas de segurança que vão valer durante a aplicação da prova. A primeira delas prevê que os candidatos não poderão levar os cadernos prova quando terminarem o teste. O objetivo é evitar a ação de grupos criminosos que fraudam o processo com uso de ponto eletrônico. A segunda é que haverá coleta de digitais e exame grafológico no momento em que todos estiveram nas salas. Por último, não será possível fazer qualquer anotação no cartão de confirmação da inscrição.

“Essas novas camadas de segurança foram adotadas por sugestão dos órgãos de segurança, como a Polícia Federal e a Agência Brasilieira de Inteligência (Abin), que estão juntos com o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos na elaboração desse que será o maior concurso público da história do pais. O processo envolve um forte esquema de segurança, desde a produção e entrega das provas até a checagem da identidade do candidato. Nosso objetivo é garantir a isonomia para todos e combater fraudes”, explica Alexandre Retamal, coordenador-geral de Logística do Concurso Público Nacional Unificado

Candidato não poderá sair com o Caderno de Provas

Para combater qualquer possibilidade de fraudes, durante a elaboração do CNPU, o Ministério da Gestão criou uma rede formada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp/MJSP), Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Força Nacional (FN) e Secretarias de Segurança Pública Estaduais.

Os orgãos informaram que uma das principais fontes de fraudes das organizações criminosas em concursos públicos é o uso de pontos eletrônicos durante a aplicação. O crime funciona assim: os candidatos pertencentes às quadrilhas terminam as provas mais cedo e levam os cadernos de provas. As questões são resolvidas por membros das quadrilhas e enviadas por áudios, por meio de pontos eletrônicos, para quem ainda está nas salas respondendo às provas. “Ao impedir que todos saíam com os cadernos de prova, as camadas de segurança estarão sendo ampliadas’ comenta Alexandre Retamal.

Como medida complementar, os locais de prova contarão com detectores de metais e de ponto eletrônico.

O PDF com os cadernos de provas serão divulgados a partir das 20 horas do próprio dia da aplicação das provas, no site do Ministério da Gestão e da Inovação.

Exame grafológico e coleta de digitais para exame de biometria

Como uma camada de proteção extra, a Polícia Federal recomendou e foi acrescido aos editais do CNPU, a previsão de coleta das digitais e material para o exame grafológico de todos os participantes, no momento da realização da prova. Esse novo processo tem como objetivo garantir que o candidato que esteja prestando a prova será a mesma pessoa que irá tomar posse do cargo, em caso de aprovação.

O sistema vai funcionar assim: quando os estudantes receberem as provas nas salas de aplicação, irão preencher o cartão de resposta com seus dados, assinar e escrever a frase, que é o exame grafológico. Nesse momento, um aplicador da prova circulará pela sala para coletar a digital que ficará também registrada no próprio cartão de resposta. Com esse processo, o cartão terá as escolhas das questões, o exame grafológico, a assinatura do candidato e a coleta da digital.

Celulares

É importante ressaltar ainda que o candidato deverá desligar o celular e quaisquer equipamentos eletrônicos e deixá-los lacrados dentro de embalagens, que serão fornecidas por fiscais e aplicadores de provas. Se os fiscais constatarem que os celulares permaneceram ligados durante a realização das provas, o candidato será eliminado. “Para evitar qualquer problema, é importante que todos estejam tranquilos e sigam as orientações dos fiscais e aplicadores das provas”, esclarece Alexandre Retamal.

Dia da prova

Pela manhã, os portões serão abertos às 7h30 (horário de Brasília). Nesse turno, os inscritos para os blocos de nível superior (1 a 7), responderão 20 questões objetivas – de múltipla escolha – sobre conhecimentos gerais e uma questão dissertativa de conhecimento específico. Para o bloco de nível médio (bloco 8), os candidatos farão 20 questões objetivas – de múltipla escolha – e uma redação.

No período vespertino, os portões abrirão às 13h (horário de Brasília). À tarde, os candidatos dos blocos de nível superior (1 a 7), responderão a 50 questões objetivas – de múltipla escolha – de conhecimentos específicos. Enquanto os inscritos no bloco de nível médio farão mais 40 questões objetivas – de múltipla escolha. As provas para o nível médio não incluem questões dissertativas, apenas a redação no período matutino.

Confira os horários de realização do CPNU no dia 5 de maio (horários de Brasília)

Turno matutino
Abertura dos portões: 7h30
Fechamento dos portões: 8h30
Início da aplicação: 9h
Duração da prova: 2h30

 

Turno vespertino
Abertura dos portões: 13h
Fechamento dos portões: 14h
Início da aplicação: 14h30
Duração da prova: 3h30

 

Mais informações, acesse a página oficial do concurso

Fonte: Agência Gov | Via MGI.

MPRN recomenda que Governo do Estado convoque candidatos aprovados em concurso público da Fundase.

Foto: Reprodução.

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou ao Governo do Estado que convoque imediatamente candidatos aprovados no último concurso público da Fundase/RN em número suficiente para provimento das atuais vacâncias. O MPRN levou em consideração o fato que essas vacâncias afetam os recursos humanos da Fundase e implicam prejuízos ao atendimento socioeducativo.

De acordo com a recomendação, a Presidência da Fundase deverá estabelecer critérios de remoção para preenchimento das vagas de analista socioeducativo pedagogo em Natal/Parnamirim. Em seguida, o Governo do Estado deverá, havendo vagas no interior do Estado como consequência da remoção, realizar nova convocação para preenchimento dessas vagas.

A recomendação leva em consideração, ainda, uma denúncia sobre possível violação de direitos praticada pelo Estado em decorrência da não convocação suficiente dos aprovados no concurso de agente socioeducativo para a Fundase.

O MPRN concedeu prazo de 10 dias úteis para que o Governo do Estado informe sobre as providências já tomadas ou em curso para atender a recomendação, encaminhando a devida documentação comprobatória. Caso contrário, deve apresentar as razões que impedem o cumprimento do que foi recomendado, sob pena de serem adotadas medidas judiciais cabíveis.

Fonte: MPRN.

Desenrola Fies já beneficiou mais de 227 mil pessoas.

  • por

Executado pelo Ministério da Educação (MEC), por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o Desenrola Fies oferta descontos na renegociação das dívidas de estudantes. Desde que foi lançada, em novembro de 2023, a iniciativa já beneficiou 227.741 pessoas que deviam ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

As renegociações são referentes aos contratos firmados até 2017 e com débitos em 30 de junho de 2023. Até o momento, já foram renegociados mais de R$ 10 bilhões em dívidas, com um retorno aos cofres públicos de R$ 426,908 milhões, apenas com a parcela de entrada.

O programa disponibiliza descontos que podem chegar até 99% de abatimento no valor consolidado da dívida e até 100% nos juros, dependendo de cada caso. Os interessados em aderir à iniciativa têm até 31 de maio do ano corrente para solicitar a renegociação de seus débitos.

Pedidos de renegociação ou simulação devem ser feitos à Caixa Econômica Federal ou ao Banco do Brasil (BB). O processo pode ser realizado de forma virtual, por meio dos aplicativos dos bancos.

Canais de atendimento do Desenrola Fies  

MEC e FNDE:  

Acesse o portal Fale Conosco.

Entre em contato pelo telefone 0800 616161.

Caixa Econômica Federal:  

Acesse o aplicativo da Caixa no seu celular.

Entre em contato pelo WhatsApp no número 0800 104 0 104.

Ligações podem ser feitas pelo número 4004 0 104 (para capitais e regiões metropolitanas) ou 0800 104 0 104 (para as demais regiões do País).

Banco do Brasil:  

Utilize o aplicativo do BB no seu celular.

Entre em contato pelo WhatsApp no número 61 4004 0001.

Ligue para a Central de Atendimento do BB pelo número 0800 729 0001.

Por Assessoria de Comunicação Social do MEC, com informações do FNDE.

INSS prorroga por um ano validade do concurso de 2022.

  • por

Foto: Reprodução.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) prorrogou a validade do concurso público para o cargo de técnico do seguro social por mais um ano, como previsto em edital. A medida foi tomada na mesma semana que o INSS divulgou a relação nominal dos candidatos aprovados na segunda fase do concurso.

A prorrogação por mais um ano, conforme determinação do presidente do órgão, Alessandro Stefanutto, começará a contar de 4 de maio de 2024, quando o processo seletivo perderia a validade. A medida visa a garantir a continuidade e a eficácia no preenchimento das vagas necessárias para o adequado funcionamento do instituto.

“O INSS chegou a ter 42 mil servidores, atualmente temos pouco mais de 19 mil, contando com os novos servidores. Obviamente, não conseguiremos recompor o quadro anterior, mas estamos buscando diminuir o déficit de pessoal”, explica Stefanutto.

Os participantes do certame, realizado em 2022, devem estar atentos às informações divulgadas pelo INSS para acompanhar os trâmites de nomeação e apresentação. Isso porque após a aprovação, o candidato nomeado terá que apresentar documentos, diplomas e exames médicos, conforme previsto no edital. E depois da publicação da portaria de nomeação, o futuro servidor terá 30 dias para tomar posse e mais 15 dias para entrar em exercício.

O certame passado teve 3.144 pessoas aprovadas, de 1.023.494 inscritas. Desse total, 1.000 foram chamadas e passaram pelo curso de formação, outros 48 remanescentes dessa turma foram reconvocados juntamente com 250 concursados e realizaram o curso de formação no início do ano. Desse total, 274 foram aprovados no curso de formação, 22 pessoas desistiram e duas foram reprovadas.

Nomeação

Assim como ocorreu na nomeação dos mil candidatos em junho passado, o futuro servidor será lotado na região da Gerência-Executiva do INSS para a qual optou por concorrer.

Entre as atividades que serão executadas pelos novos servidores, estão o atendimento ao público; orientação, informação e conscientização previdenciária e ações relacionadas ao reconhecimento de direitos previdenciários.

Os candidatos nomeados estarão subordinados ao Regime Jurídico Único dos Servidores Civis da União, das Autarquias e das Fundações Públicas Federais (Lei 8.112, de 11 de dezembro de 1990, e suas alterações).

Relação de documentos

  1. a) certidão de nascimento ou de casamento, se for o caso;
    b) título de eleitor, com o comprovante de votação na última eleição;
    c) certificado de reservista, para os candidatos do sexo masculino;
    d) documento de identidade ou equivalente;
    e) declaração de bens, na forma da Lei nº 8.429/1992;
    f) CPF;
    g) documento de inscrição no PIS ou Pasep;
    h) três fotos 3×4, recentes;
    i) laudo da inspeção médica oficial elaborado pelo perito médico federal, que, após análise dos exames solicitados e do exame clínico, ateste aptidão física e mental para o exercício do cargo;
    j) fotocópia autenticada do diploma ou certificado de conclusão do grau de escolaridade exigido para o cargo;
    k) declaração de acumulação de cargo ou função pública, quando for o caso, ou sua negativa;
    l) declaração de não ter sofrido, no exercício de função pública, as penalidades enumeradas no art. 137 e seu parágrafo único da Lei nº 8.112/1990;
    m) folha de antecedentes da Polícia Federal dos Estados ou do Distrito Federal, em que haja residido nos últimos cinco anos;
    n) folha de antecedentes da Polícia Estadual dos Estados ou do Distrito Federal, em que haja residido nos últimos cinco anos;
    o) certidão negativa de antecedentes criminais expedida pelos Foros das Justiças Federal e Estadual dos Estados ou do Distrito Federal, em que haja residido nos últimos cinco anos.Exames a serem apresentados

    a) Exames laboratoriais: grupo sanguíneo; fator RH; hemograma completo; glicemia (de jejum); sorologia para Chagas; VDRL; PSA total (para homens com idade acima de 40 anos); ALT; AST; Gama-GT; uréia; ácido úrico e creatinina. Urina: elementos anormais e sedimentos (EAS);
    b) Raio X de Tórax: PA e perfil;
    c) Exames cardiológicos: eletrocardiograma com laudo (para candidatos com idade de até 39 anos); teste ergométrico em esteira com laudo (para candidatos com idade igual ou superior a 40 anos);
    d) Avaliação psiquiátrica com laudo elaborado por médico psiquiatra;
    e) Outros exames poderão ser solicitados na realização da perícia médica.

Por Martha Imenes/Ascom.

Inscrições para o concurso do Banco do Nordeste terminam em 11 de março.

  • por

Foto: Reprodução/Institucional.

O prazo para inscrição no concurso para o cargo de analista bancário de nível médio no Banco do Nordeste (BNB) foi prorrogado até 16 horas do dia 11 de março de 2024, dois dias a mais que o período inicial. As inscrições devem ser feitas pela página da Fundação Cesgranrio na internet. O certame está oferecendo 410 vagas imediatas, além de 300 vagas para cadastro de reserva. A data provável de realização das provas é 28 de abril

Os interessados em participar do processo seletivo devem ter ensino médio completo e idade mínima de 18 anos no momento da admissão. A remuneração inicial é de R$ 3.788,16 para uma jornada de trabalho de seis horas diárias, totalizando 30 horas semanais.

Os candidatos contratados estarão subordinados à Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Entre os benefícios oferecidos, destacam-se auxílio-refeição, auxílio cesta alimentação, 13ª cesta alimentação, auxílio-creche, seguro de vida, possibilidade de participação em plano de previdência complementar, de forma contributiva, e oportunidade de ascensão e desenvolvimento profissional.

O edital completo, com todas as informações necessárias para os candidatos, está disponível nos sites da organizadora do certame, a Cesgranrio, e do Banco do Nordeste.

Fonte: BNB.

Caixa lança concurso com mais de 4 mil vagas.

A Caixa lançou na última quarta-feira (21), concurso público com mais de 4 mil vagas para todo o Brasil, incluindo cadastro reserva. O edital do certame foi publicado na manhã da quinta-feira (22).

Serão 2 mil vagas para Técnico Bancário Novo (TBN), para encarreiramento geral no banco, e 2 mil vagas para TBN na área de Tecnologia da Informação (TI), todas de nível médio. Além destas, há 50 vagas de nível superior, sendo 28 para médicos do trabalho e 22 para engenheiros de segurança do trabalho.

“Com o novo concurso, buscamos fortalecer a rede de atendimento do banco, proporcionando mais eficiência na execução das atividades da CAIXA, oportunizando o ingresso de pessoas das mais variadas regiões no mercado de trabalho, gerando emprego e renda”, enfatiza o presidente da CAIXA, Carlos Vieira.

As provas serão aplicadas pela Fundação Cesgranrio e contarão com questões objetivas de conhecimentos gerais e específicos, além de redação.

Vagas para PCDs:

Para o concurso de 2024, a CAIXA vai destinar o percentual de 6% do total de vagas às pessoas com deficiência, acima do mínimo legal estabelecido que é de 5%.

Carreiras e benefícios:

O concurso para o cargo de TBN é de nível médio, incluindo as vagas exclusivas para a área de TI. Para este cargo, a remuneração inicial é de R$ 3.762,00.

Já o concurso para as carreiras profissionais de médico do trabalho e de engenheiro de segurança do trabalho é de nível superior, com remuneração inicial de R$ 11.186,00 e R$ 14.915,00, respectivamente.

Todos os empregados contam ainda com os seguintes benefícios: assistência à saúde, previdência complementar, participação nos lucros e resultados, auxílio alimentação e refeição, vale transporte, auxílio creche, possibilidade de ascensão profissional e acesso a ações de capacitação e desenvolvimento.

Contratações:

Os aprovados serão convocados a partir de agosto de 2024 para apresentarem a documentação e realizarem os exames médicos obrigatórios.

O número de contratações segue o limite estabelecido pela Secretaria de Coordenação das Estatais (Sest), que é de 87.544 pessoas. O concurso terá validade de um ano, prorrogável por igual período, a critério da CAIXA.

Mais informações podem ser obtidas na página Trabalhe na CAIXA.

Fonte: Caixa.

Período para inscrições no concurso do Banco do Nordeste é prorrogado até dia 11 de março.

Foto: Reprodução/Institucional.

O prazo para inscrição no concurso para o cargo de analista bancário de nível médio no Banco do Nordeste (BNB) foi prorrogado até 16 horas do dia 11 de março de 2024, dois dias a mais que o período inicial. As inscrições devem ser feitas pela página da Fundação Cesgranrio na internet. O certame está oferecendo 410 vagas imediatas, além de 300 vagas para cadastro de reserva. A data provável de realização das provas é 28 de abril

Os interessados em participar do processo seletivo devem ter ensino médio completo e idade mínima de 18 anos no momento da admissão. A remuneração inicial é de R$ 3.788,16 para uma jornada de trabalho de seis horas diárias, totalizando 30 horas semanais.

Os candidatos contratados estarão subordinados à Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Entre os benefícios oferecidos, destacam-se auxílio-refeição, auxílio cesta alimentação, 13ª cesta alimentação, auxílio-creche, seguro de vida, possibilidade de participação em plano de previdência complementar, de forma contributiva, e oportunidade de ascensão e desenvolvimento profissional.

O edital completo, com todas as informações necessárias para os candidatos, está disponível nos sites da organizadora do certame, a Cesgranrio, e do Banco do Nordeste.

Fonte: BNB.

Presidência do TJRN abre 30 vagas para estágio de graduação em 20 áreas do conhecimento.

A Presidência do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) abriu inscrições para preenchimento de 30 vagas de estágio remunerado de graduação em 20 áreas do conhecimento e formação de cadastro de reserva. O Edital nº 006/2024 foi publicado na edição do Diário de Justiça Eletrônico (DJe) de 22 de fevereiro.

O certame abre vagas para as áreas de Administração/Engenharia de Produção, Arquitetura, Audiovisual, Ciência da Computação/Engenharia de Software/Bacharelado em TI, Ciências Contábeis/Economia, Direito, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica/Engenharia Elétrica, Estatística ou Ciências Atuariais, Jornalismo, Psicologia, Publicidade, Serviço Social e Web Designer.

As inscrições devem ser feitas a partir do preenchimento do formulário https://forms.gle/u61HQnMcBMUraQ7c8 até as 17h do dia 18 de março.

Confira o edital completo

ARQUIVO PARA DOWNLOAD

Seleção

A primeira etapa do processo seletivo consistirá na pontuação adquirida ao resultado da fórmula R = 0,75 CRG + 0,25 (CPC + IGC), sendo: “R” o resultado da pontuação, arredondado em duas casas decimais, “CRG” o coeficiente de rendimento global do estudante no curso acumulado até 2023.1, “CPC” o conceito preliminar de curso, “IGC” o índice geral do curso.

Para efeito de aplicação do cálculo da fórmula, será considerada uma escala de graduação de zero a dez para o CRG, com duas casas decimais, e de zero a cinco para os indicadores CPC e IGC.

Esta fase do processo seletivo terá nota máxima de dez pontos e será considerado aprovado o candidato que alcançar nota mínima de seis pontos.

A lista preliminar dos candidatos aprovados na primeira etapa será divulgada no DJe até o dia 2 de abril, sendo facultada a apresentação de recurso contra a divulgação do resultado até as 23h59 do dia seguinte, 3 de abril, por meio do endereço: https://forms.gle/iCi7mDtwg6a6ungeA.

A segunda fase da seleção, por sua vez, consistirá em uma entrevista de caráter classificatório, com nota máxima de dez pontos, a ser realizada no dia 5 de abril, de forma presencial, das 8h às 17h, no auditório da sede do TJRN, localizado na Avenida Jerônimo Câmara, 2000 Nossa Senhora de Nazaré, Natal.

Nesta etapa, será analisada a aptidão do candidato para a vaga, conforme as demandas da unidade e o perfil acadêmico desejado.

A nota final dos candidatos será formada a partir do resultado da fórmula NF = 0,60 R + 0,40 ENT, em que “NF” é a nota final, “R” o resultado da primeira etapa e “ENT” a entrevista.

A lista final de classificação dos candidatos, na segunda etapa, será divulgada no DJe até o dia 12 de abril, sendo facultada a apresentação de recurso contra a divulgação da lista final de classificação dos candidatos até as 23h59 do dia 15 de abril, por meio do endereço https://forms.gle/iCi7mDtwg6a6ungeA.

A divulgação do resultado definitivo será publicada até o dia 17 de abril, no DJe.

Condições

A carga horária do estágio é de quatro horas diárias e 20 horas semanais.

A jornada diária será exercida, preferencialmente, no período de 8h às 12h ou 13h às 17h, só podendo ser modificada mediante solicitação do estagiário e a critério do supervisor do estágio.

O estagiário receberá, mensalmente, uma bolsa-auxílio no valor de R$1.315,00 e auxílio-transporte de R$170,00.

A duração do estágio é de um ano, prorrogável pelo mesmo período, desde que seja comprovado o vínculo com a entidade de ensino respectiva.

Fonte: TJRN.

Concurso Nacional Unificado: prazo para pagamento da taxa encerra nesta sexta-feira (16).

Foto: Agência Brasil

O prazo final para pagamento da taxa de inscrição do Concurso Público Nacional Unificado (CPNU) termina nesta sexta-feira (16/2) e 1 milhão de inscritos ainda não realizou o pagamento da Guia de Recolhimento da União (GRU).  Em todo o País, foram mais de 2,65 milhões de inscritos.

Para garantir a participação no certame, os inscritos devem efetivar o pagamento da taxa de inscrição, por meio da GRU, que pode ser paga no banco ou por meio de pix, fazendo uso de QR Code. As taxas são de R$ 90 para cargos de nível superior e de R$ 60 para cargos de nível médio.

Os locais com maior número de inscrições no Concurso Nacional são estados de São Paulo (288.123 mil) e Rio de Janeiro (274.160 mil), seguidos do Distrito Federal (261.591 mil inscritos). O ranking estadual de inscritos no CPNU pode ser acessado aqui.

Sobre o Concurso Nacional

O Concurso Público Nacional Unificado é um modelo inovador de seleção de servidores públicos, criado pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos. O objetivo é promover igualdade de oportunidades de acesso aos cargos públicos efetivos; padronizar procedimentos na aplicação das provas; aprimorar os métodos de seleção de servidores públicos, de modo a priorizar as qualificações necessárias para o desempenho das atividades inerentes ao setor público; e zelar pelo princípio da impessoalidade na seleção dos candidatos em todas as fases e etapas do certame.

O “Enem dos concursos” vai selecionar, de uma só vez, 6.640 servidores para 21 órgãos públicos federais (órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional). As inscrições para o concurso foram abertas em 19 de janeiro e se encerraram nesta sexta-feira, 9 de fevereiro.

A prova será no dia 5 de maio e será aplicada em 220 cidades , localizadas em todas as Unidades da Federação, com questões objetivas específicas e dissertativas, por área de atuação.

A divulgação dos resultados das provas objetivas e preliminares das provas discursivas e redações será realizada em 3 de junho. O resultado definitivo será anunciado em 30 de julho. A etapa de convocação para posse e realização de cursos de formação começará no dia 5 de agosto.

Acesse a página oficial do Concurso Nacional: https://www.gov.br/gestao/pt-br/concursonacional .

 

Por: Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos.

Inscrições do Concurso Público da Uern são prorrogadas até 06 de março.

  • por

Foto: Reprodução.

O Diário Oficial do Estado (DOE) e o Jornal Oficial da Fundação Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Jouern/Fuern) trouxeram na edição da última sexta-feira, 9 de fevereiro, os aditivos aos editais do Concurso Público que está sendo realizado e coordenado pelo Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional – IDECAN, juntamente com a Comissão Central de Concurso – CCC – Uern.

Os aditivos trazem retificações, bem como a prorrogação das inscrições até o dia 06 de março. As inscrições devem ser feitas no site do IDECAN, no endereço: www.idecan.org.br e a taxa deve ser paga até 07 de março. A publicação da lista preliminar de inscritos está prevista para ser divulgada no dia 20 de março.

De acordo o cronograma, as provas objetivas para os cargos de Técnicos de nível médio e Nível superior, para Advogado, Instrutor Musical, Instrutor de Libras e as provas discursivas para o cargo de Docente serão aplicadas no dia 21 de abril.

Os candidatos aprovados e classificados, dentro e além do número de vagas efetivamente disponibilizadas, poderão ser lotados, segundo adequação administrativa, em qualquer dos Campi da UERN localizados nas cidades de Mossoró, Natal, Caicó, Patu, Assú e Pau dos Ferros.

Valor das inscrições:

  • R$ 250,00 – Para cargos do Magistério
  • R$ 180,00 – Para cargos de Nível Superior
  • R$ 120,00 – Para cargos de Nível Médio

 

Fonte: UERN.

Na última semana, Concurso Nacional chega a 1,5 milhão de inscrições.

Foto: EBC/Agência Brasil.

O Concurso Público Nacional Unificado (CPNU) alcançou a marca de 1 ,5 milh ão de inscritos. As inscrições, iniciadas em 19 de janeiro , permanecem abertas até esta sexta-feira, 09 de fevereiro. Para os cargos de nível superior, a taxa de inscrição é de R$90, enquanto para o bloco de cargos de nível médio o valor é de R$60.

“Nós sabemos que existe uma corrida na primeira e na última semana. Na primeira semana, atingimos 1 milhão de inscritos, embora esta semana tenha sido um pouco mais lenta como o esperado, imaginamos que na próxima semana o ritmo acelerará novamente”, disse a ministra Esther Dweck em entrevista a uma rádio na quinta-feira (1°/2).

A ministra também destacou que, até o momento, metade dos 1,5 milh ão de inscritos já efetuaram o pagamento ou tiveram a isenção confirmada . A titular do MGI fez um alerta direcionado aos candidatos que já realizaram a inscrição , mas receberam a negativa do pedido de isenção ou ainda não fizeram o pagamento da taxa . “ A inscrição final depende do pagamento das inscrições, então faço esse alerta ao pessoal que já se inscreveu e não pagou” , orientou .

Diante da crescente demanda e importância do concurso, a m inistra também reforçou o compromisso com a segurança dos candidatos. “Antes mesmo da abertura das in scrições, identificamos tentativas de golpes . Estamos acompanhando de perto e reforçamentos as informações para evitar qualquer engano. Lembramos que as inscrições são realizadas pela plataforma GOVBR , e a taxa deve ser paga apenas por meio da guia de recolhimento da União, que pode ser pag a no banco, ou via PIX, mas precisa ser a guia, e não um número de PIX fixo. As agências dos correios das cidades de aplicação das provas estão prontas para auxiliar quem precisa r de suporte, seja para efetuar o pagamento das inscrições ou solucionar eventuais problemas digitais ” , alertou.

O que é o Concurso Público Nacional Unificado?

O Concurso Público Nacional Unificado é um modelo inovador de seleção de servidores públicos, criado pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos. O novo modelo consiste na realização conjunta de concursos públicos para o provimento de cargos públicos efetivos no âmbito dos órgãos e das entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional, mediante a aplicação simultânea de provas em todos os Estados e no Distrito Federal.

Para se inscrever, o candidato deve acessar a página do GOV.BR. Em seguida, é necessário fazer o login e seguir as orientações indicadas. No momento da inscrição, o candidato faz a escolha pelas carreiras, que estarão divididas em oito blocos temáticos. Cada bloco reúne as carreiras que possuem semelhanças entre si.

O CPNU permitirá a inscrição para a disputa por vagas para mais de um cargo, desde que dentro do mesmo bloco temático. Uma das vantagens é que o candidato pagará uma taxa de inscrição única. Ao concorrer a mais de um cargo, o candidato deverá classificar as vagas de interesse por ordem de preferência para definir a prioridade em uma possível chamada, baseada na nota alcançada.

O objetivo é promover igualdade de oportunidades de acesso aos cargos públicos efetivos. A prova será realizada simultaneamente em 220 cidades do Brasil no dia 5 de maio.

 

Por: Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos (MGI)

Banco do Nordeste abre inscrições para concurso com 410 vagas de analista bancário.

O Banco do Nordeste (BNB) anunciou a abertura de concurso, oferecendo 410 vagas para o cargo de analista bancário de nível médio, além de 300 vagas para cadastro de reserva. As inscrições serão aceitas no período de 2 de fevereiro a 9 de março de 2024, com a data provável das provas marcada para 28 de abril do mesmo ano.

“O concurso reflete nosso engajamento em fortalecer nossa equipe, tornar nosso atendimento mais próximo aos clientes e proporcionar oportunidades de carreira sólidas para os profissionais da região”, declarou o presidente do banco, Paulo Câmara.

Os interessados em participar do processo seletivo devem ter ensino médio completo e idade mínima de 18 anos no momento da admissão. A remuneração inicial é de R$ 3.788,16 para uma jornada de trabalho de seis horas diárias, totalizando 30 horas semanais.

Os candidatos contratados estarão subordinados à Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Entre os benefícios oferecidos, destacam-se auxílio-refeição, auxílio cesta alimentação, 13ª cesta alimentação, auxílio-creche, seguro de vida, possibilidade de participação em plano de previdência complementar, de forma contributiva, e oportunidade de ascensão e desenvolvimento profissional.

O edital completo, com todas as informações necessárias para os candidatos, está disponível nos sites da organizadora do certame, a Cesgranrio, e do Banco do Nordeste.

Acerca das vagas autorizadas para  provimento de profissionais de nível superior para graduados na área de Tecnologia da Informação, o executivo esclarece que, primeiramente, foram chamados os aprovadas no último certame para o cargo de especialista técnico. Os convocados estão em fase de qualificação documental para contratação. Após a efetiva contratação dos candidatos habilitados, será possível determinar quantas vagas serão preenchidas por meio de novo concurso, a ser lançado ainda em 2024.

 

Fonte: BNB.

SEEC abre edital para contratação de profissionais para o programa Mulheres Mil.

Por SEEC/ASSECOM.

 

Abertas as inscrições do Processo de Seleção Pública Simplificada visando a contratação temporária de profissionais no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – PRONATEC, Modalidade Mulheres Mil. As vagas são destinadas ao cadastro de reserva para os cargos de Professor, Orientador Acadêmico Local e Apoio às Atividades Acadêmicas e Administrativas Local.

No RN, o processo seletivo será coordenado pela Secretaria de Estado da Educação, da Cultura e do Esporte do Lazer do RN por meio da Subcoordenadoria de Educação Profissional (SUEP).

As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, no portal do SIGEduc, disponível em https://sigeduc.rn.gov.br/, no período de 26 de janeiro de 2024 a 04 de fevereiro de 2024. Os interessados devem preencher a ficha de inscrição, indicando a opção de curso e localidade para a qual desejam concorrer, além de anexar todos os documentos comprobatórios exigidos pelo edital.

O programa tem como objetivos estimular a inclusão educacional, produtiva e social de mulheres em situação de vulnerabilidade social, possibilitar o acesso à educação profissional e tecnológica, articular mecanismos para a inclusão de egressas no mercado de trabalho, estabelecer redes de intercâmbio de experiências, garantir a permanência das participantes e alinhar a educação ao trabalho para diminuir problemas sociais em comunidades com baixo índice de desenvolvimento humano. Além disso, busca contribuir para a promoção da inclusão social e econômica de mulheres em situação de vulnerabilidade social.

“A relevância desse programa vai além da esfera educacional, impactando diretamente na vida das participantes e contribuindo para a promoção da igualdade de oportunidades. A união de esforços para possibilitar o acesso à educação profissional e tecnológica, a articulação de mecanismos de inclusão no mercado de trabalho e a criação de redes de intercâmbio de experiências são pilares essenciais para a construção de uma sociedade mais justa e equitativa”, destaca a professora Socorro Batista, secretária de Educação do RN.

Os requisitos mínimos para os cargos são os seguintes: Professor – Ensino Médio Técnico Completo na área do curso pretendido; Orientador Acadêmico Local – Ensino Superior Completo; Apoio às Atividades Acadêmicas e Administrativas – Ensino Médio Completo.

“Os selecionados atuarão nos 17 Cursos de Qualificação Profissional que serão ofertados, com carga horária de 160 horas, de diversos eixos tecnológicos, em consonância com as demandas locais e regionais, tais como Horticultora orgânica, Agricultora orgânica, Artesã de cerâmica, Artesã de artigos indígenas, Confeccionadora de bolsas, Cuidadora de idosos(as), Vendedora, Agente de alimentação escolar, Trabalhadora doméstica, Agente cultural, Cuidadora infantil, Microempreendedora Individual (MEI), Agente de limpeza e conservação, manicure e pedicure, Assistente de costura, Eletricista predial e Maquiadora, em 32 municípios do RN”, explica Sayonara Rêgo, subcoordenadora de Educação Profissional (SUEP) da SEEC.

Cada cargo possui atribuições específicas, desde planejamento e execução de aulas até o gerenciamento administrativo das ações do programa. A seleção será conduzida pela Comissão do Processo Seletivo Simplificado, com a análise documental submetida online. A pontuação seguirá critérios específicos para cada cargo, como tempo de atuação, experiência profissional e titulação. Em caso de empate, serão considerados critérios como maior tempo de experiência profissional e maior idade.

Os resultados preliminar e final serão divulgados nos dias 14 e 23 de fevereiro de 2024, respectivamente. A remuneração dos bolsistas varia de acordo com o cargo, sendo R$ 44,00 por hora para professores e R$ 36,00 pra orientadores acadêmicos. O apoio às atividades acadêmicas e administrativas receberá R$ 18,00 por hora.

A contratação dos selecionados será feita de acordo com a demanda de cursos, e os candidatos devem assinar o Termo de Compromisso antes do início das atividades. O processo seletivo terá validade de doze meses, podendo ser prorrogado.

A aprovação no processo seletivo garante apenas a expectativa de direito à concessão da bolsa, estando condicionada à observância das disposições legais, interesse da administração e disponibilidade financeira. Os candidatos devem acompanhar as etapas do processo no portal do SIGEduc.

Sobre o programa

O Programa Mulheres Mil é uma realização do Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) com apoio das secretarias estaduais de Educação. O programa abrangerá cursos e programas de qualificação profissional, educação profissional técnica de nível médio e educação de jovens e adultos, nos níveis fundamental e médio, no âmbito do Pronatec. Todas as estudantes matriculadas receberão auxílio para custeio de transporte e alimentação. Saiba mais sobre as diretrizes do Programa Mulheres Mil.

No RN, a SEEC realizou articulações com outras secretarias e órgãos estaduais, como Secretarias de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (SETHAS), do Trabalho, Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (SEMJIDH) e Fundação de Atendimento Socioeducativo (FUNDASE).